State Offices celebra sucesso abrindo mais uma unidade de coworking na Gleba Palhano

O State Offices é o exemplo de que empreender com olhar voltado para as tendências do mercado e acreditar na força do próprio negócio pode resultar em uma empresa de impacto. Prestes a ter uma segunda unidade na região, o coworking é localizado na Gleba Palhano e tem, atualmente, 100 profissionais compartilhando o espaço, além dos endereços comerciais, fiscais e alguns que utilizam o State para atendimento.

Com o cenário econômico mundial, a tendência do compartilhado tem crescido cada vez mais. O escritório físico é a primeira coisa que os trabalhadores autônomos e as empresas têm colocado em segundo plano, por conta dos gastos que eles geram. Os coworkings são uma opção mais econômica para trabalhar, os gestores do State entenderam essa tendência e a aprimoraram para implantar o modelo de negócio em Londrina há um ano. 

''Aqui na cidade já existem espaços parecidos, mas notei que Londrina é e muito forte em termos de business e precisava de um espaço com o conceito State, dinâmico e mais corporativo'', conta Marco Pacheco, diretor executivo do coworking sobre a análise que fez da região antes de projetar o State.

Questionado sobre o impacto do modelo de negócio em Londrina, Pacheco considera que os segmentos  que mais buscam pelo State atualmente é a resposta. Os tipos de empresas que predominam são de tecnologia (30%) e agronegócio (30%). ''Durante o ano todo, muitas pessoas e empresas buscaram pelo coworking, foi algo surpreendente e bem rápido, nossa proposta de espaço teve um resultado muito bom'', avalia.

Essa nova demanda de escritórios compartilhados é tão real em Londrina que, segundo ele, a nova unidade do coworking na Avenida Ayrton Senna vai entrar em funcionamento até o fim de março. ''Será um espaço de 650 metros quadrados com a mesma característica da primeira unidade, mas com novos serviços e opções diferente de espaço", detalha o diretor. 

Para finalizar, mais uma novidade inédita: em breve, uma terceira unidade será construída em outra cidade. ''Escritórios compartilhados são dinâmicos! No State realizamos eventos, promovemos networking e adaptamos espaços o tempo todo. Estamos entendendo desse modelo de negócio e antecipamos a demandada região. Até o fim de 2020 esperamos abrir a terceira unidade'', conclui Pacheco.