O que as mulheres esperam do posicionamento feminino no mercado de trabalho nos próximos anos

A busca por igualdade no mercado de trabalho é uma das principais dificuldades enfrentadas pela mulher atualmente. E quando dizemos desigualdade, não é apenas sobre salário, mas sobre oportunidades e  respeito. Segunda uma pesquisa publicada pela revista Época, apenas 25% das mulheres ocupam cargos de liderança no Brasil. 

Mesmo seguindo a passos lentos, a luta feminina por mais igualdade não para e a vontade de conquistar seu espaço também não. Grande parte delas ainda esperam o melhor. Assim como as nossas coworkers. Perguntamos para algumas delas o que esperam posicionamento das mulheres no mercado de trabalho nos próximos anos, confira: 

''Eu espero que no futuro as mulheres ocupem posições melhores do que atualmente, tenham mais voz e conquistem mais o seu espaço. Acredito que o governo também pode contribuir para o empoderamento feminino.''

Nathalie Vaz da Silva, responsável pelo Departamento Pessoal da Personality Contabilidade

''Espero que a mulher seja mais valorizada, que ela enfrente menos desigualdade de gênero e seja respeitada igual os homens são respeitados e que tenha os mesmos direitos.''

Daniela Aparecida, secretária executiva do State Offices 

''Espero que a mulher tenha mais voz e ocupe mais cargos de liderança. Atualmente, os cargos mais altos são ocupados por mais homens do que mulheres. Nos próximos anos eu gostaria de ver mais mulheres sendo CEO de empresas e presidentes.''

Vitória Dias, secretária executiva do State Offices

''Como as mulheres tem crescido bastante na área de educação, eu espero que elas possam aprender um nível gerencial maior e que diminua a desigualdade salarial entre mulheres e homens.''

Sandra Tedardi, consultora comercial do State Offices

''Eu acho que as mulheres devem se posicionar, entender mais sobre a desigualdade e buscar a igualdade no mercado de uma forma mais direta. Outra questão é sobre as mulheres que são mães: elas poderiam ter mais flexibilidade no mercado por elas tem atribuições a mais, pois além de ser profissional ela é mãe e essa segunda atividade unida ao trabalho acaba sobrecarregando a pessoa, e nós somos uma só.''

Elaine Aparecida de Sousa, securitária da Seguros Unimed

''Espero mais respeito e consideração pelo próximo. Se as outras pessoas tiverem mais consideração pelo próximo e observarem que não é só uma mulher, é uma filha, uma esposa, uma profissional, uma amiga com mais respeito, essa situação das mulheres no mercado pode melhorar.''

Fernanda Mota Monteiro, securitária da Seguros Unimed

''Espero que nos próximos anos a mulher não passe mais por situações de assédio no trabalho e que todos no mercado tenham a consciência de toda a luta feminina para conquistar mais liberdade e igualdade de direito em todos esses anos. Espero também que o empreendedorismo feminino esteja muito bem desenvolvido em todas as áreas.''

Julia Cristina Silva, jornalista da Massi Marketing Digital

''Minha expectativa é que nos próximos anos a mulher alcance todas as camadas do mercado de trabalho com as mesmas chances de sucesso que o homem. Características como idade, estado civil e estética ainda são pontuados durante uma contratação ou promoção corporativa, por isso espero que a capacidade feminina seja finalmente desvinculada desses aspectos sociais.''

Karen Yanagui, relações públicas da Massi Marketing Digital